EstúdioCollective

Certificações de Maquilhagem Reconhecidas em Portugal

Explore o impacto e a importância das certificações em maquilhagem profissional em Portugal. Descubra os tipos de certificações reconhecidas, como obter uma, e como elas podem abrir portas para novas oportunidades de carreira na indústria da beleza.

Obter uma certificação de maquilhagem reconhecida em Portugal é a chave para impulsionar a tua carreira como maquilhador. Nos dias de hoje, a competição na indústria da maquilhagem é feroz e ter uma certificação reconhecida pode ser o diferencial que te permite destacar da concorrência. Vamos explorar como as certificações podem transformar a tua carreira e abrir portas para novas oportunidades.

A certificação em maquilhagem não é apenas um pedaço de papel; é uma prova tangível da tua competência e dedicação. Com uma certificação reconhecida, ganhas credibilidade junto aos clientes e empregadores, o que pode traduzir-se em mais oportunidades de emprego e maior reconhecimento na indústria.

Tipos de Certificações Reconhecidas em Portugal

Em Portugal, as qualificações e certificações podem ser agrupadas em várias categorias, representando diferentes níveis de educação e competências profissionais.

1. Habilitações Académicas

  • Ensino Básico e Secundário: Diplomas de conclusão do ensino básico (9º ano) e do ensino secundário (12º ano), necessários para acesso ao ensino superior e alguns cursos profissionais.
  • Ensino Superior: Inclui licenciaturas, mestrados e doutoramentos oferecidos por universidades e institutos politécnicos, necessários para carreiras acadêmicas e profissionais especializadas.

2. Certificações Profissionais

  • Certificados de Formação Profissional: Emitidos por entidades formadoras certificadas pela DGERT, estes certificados validam competências específicas adquiridas em cursos de formação profissional.
  • Títulos Profissionais: Requeridos em profissões reguladas, como medicina, advocacia e engenharia, com a necessidade de inscrição em ordens profissionais.

3. Quadro Nacional de Qualificações (QNQ)

  • Níveis 1 a 8: O QNQ estabelece uma estrutura de oito níveis que correspondem a diferentes graus de complexidade das qualificações. O nível 1 corresponde a competências básicas, enquanto o nível 8 é atribuído a qualificações de doutoramento.
  • Níveis 1-4: Geralmente ligados ao ensino básico e secundário e à formação profissional inicial.
  • Níveis 5-8: Associados ao ensino superior, incluindo formações pós-secundárias não conferentes de grau (nível 5), licenciaturas (nível 6), mestrados (nível 7) e doutoramentos (nível 8).

4. Formações Fora do QNQ

  • Cursos Livres e Workshops: Cursos que não conferem uma qualificação formal mas são valiosos para desenvolvimento de habilidades específicas e atualização profissional. Estes cursos podem ser oferecidos por uma variedade de instituições, incluindo empresas privadas e centros de formação.
  • Formação Corporativa: Programas de formação desenvolvidos especificamente para atender às necessidades de uma empresa, focados em habilidades práticas e aplicação imediata no ambiente de trabalho.
  • Certificações de Competências Específicas: Cursos que oferecem certificação em áreas técnicas ou tecnológicas específicas, como programação, design gráfico ou marketing digital. Estas certificações são muitas vezes reconhecidas pela indústria, mas não necessariamente por órgãos de educação oficial.

Características da Formação Fora do CNQ

  1. Flexibilidade e Especialização: A formação fora do CNQ oferece maior flexibilidade e especialização, permitindo a adaptação às necessidades específicas dos formandos e do mercado de trabalho. Exemplos incluem formações modulares certificadas e cursos de especialização tecnológica (CET).
  2. Formações Modulares Certificadas: Estas formações são de curta duração e permitem a atualização e aperfeiçoamento de conhecimentos teóricos e práticos. São especialmente úteis para adultos que desejam melhorar as suas competências em domínios específicos.
  3. Cursos de Especialização Tecnológica (CET): Os CET conferem uma qualificação de nível 5 do QNQ e são focados em áreas técnicas e especializadas. Estes cursos são uma excelente opção para quem deseja adquirir competências avançadas e específicas.
  4. Formação-Ação: Esta modalidade combina formação e consultoria, sendo direcionada para empresas que desejam desenvolver competências específicas nos seus colaboradores, alinhadas com os objetivos estratégicos da organização.

Comparação

CaracterísticaFormação no CNQFormação Fora do CNQ
CertificaçãoDupla certificação (escolar e profissional)Certificação profissional específica
FlexibilidadeEstruturada em referenciais de formação e UFCDMaior flexibilidade e especialização
Processos de RVCCInclui processos de RVCCNão inclui processos de RVCC
Níveis de QualificaçãoNíveis 2, 4 e 5 do QNQNível 5 (CET) e outros níveis específicos
Emissão de CertificadosAtravés da plataforma SIGOAtravés da plataforma SIGO

Qual é o tipo de certificação da maquilhagem profissional?

A formação em maquilhagem profissional não se enquadra diretamente no Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), que é mais focado em formalizar e estratificar qualificações acadêmicas e profissionais com reconhecimento oficial e ampla aplicação no mercado de trabalho e na educação.

Certificação em Maquilhagem Profissional

A formação em maquilhagem profissional em Portugal é frequentemente oferecida por escolas privadas e academias de beleza especializadas, que fornecem cursos projetados para desenvolver habilidades específicas na área. Estes cursos podem variar em duração, conteúdo e profundidade, dependendo da instituição que os oferece.

Tipos de Certificação

  1. Certificados de Curso Livre: Muitos cursos de maquilhagem profissional são considerados cursos livres, que certificam a conclusão e o sucesso na formação ou workshop, mas não estão formalmente reconhecidos pelo sistema de educação nacional. Estes certificados podem ser insuficientes para iniciar uma carreira como maquilhador profissional e serem questionados por entidades ou lojas na hora de comprovar as suas habilidades.
  2. Certificados Profissionais de Instituições Privadas: Academias e escolas de beleza, como é o nosso caso aqui no Estúdio de Maquilhagem | Makeup School & Beauty Lounge, oferecemos certificações próprias que são bem vistas no mercado de trabalho e oferecemos também certificações reconhecida pela DGEEC (Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência), obtida através da plataforma SIGO, o que garante um padrão de qualidade e rigor que facilita a inserção profissional dos formandos. Além disso, o Estúdio de Maquilhagem | Makeup School & Beauty Lounge possui uma reputação estabelecida e uma rede de ex-alunos que podem ajudar os novos formandos a integrar-se na indústria.

Reconhecimento e Validação

Embora estes cursos não sejam reconhecidos no QNQ, eles são essenciais para a prática profissional no setor da beleza. Os profissionais que desejam expandir suas credenciais muitas vezes participam de cursos internacionais ou obtêm certificações adicionais de marcas de cosméticos renomadas ou de instituições internacionais, que podem agregar valor significativo ao seu perfil profissional.

Considerações Importantes

Para quem deseja seguir uma carreira em maquilhagem profissional em Portugal, é importante considerar a reputação e o reconhecimento da instituição de formação, assim como avaliar o conteúdo dos cursos oferecidos. Além disso, é benéfico manter-se atualizado com workshops e cursos de atualização, participar em eventos da indústria e construir uma boa rede de contatos profissionais.

DGERT: O Papel na Certificação de Entidades Formadoras

A Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) desempenha um papel significativo no sistema de formação profissional em Portugal, mas é fundamental entender corretamente a sua função. Contrariamente à crença comum, a DGERT não certifica cursos ou formações específicas; em vez disso, a sua certificação é dirigida às entidades formadoras.

Certificação de Entidades, Não de Formações

Um dos principais benefícios da certificação DGERT para as entidades formadoras é a possibilidade de angariar apoios do Estado português. Entidades certificadas pela DGERT têm maior facilidade em obter fundos públicos destinados à formação profissional, como os disponibilizados por programas europeus ou nacionais de emprego e formação. Assim, a certificação torna-se um instrumento valioso para as entidades que procuram não apenas consolidar a sua reputação mas também expandir suas atividades com o apoio financeiro do governo.

SIGO e a Certificação de Formação

Em contraste com a DGERT, a plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) tem um papel diferente. A SIGO é utilizada para gerir e documentar a oferta educativa e formativa em Portugal, incluindo o registo de dados dos formandos e a emissão de certificados de conclusão de cursos. A SIGO, portanto, está mais diretamente envolvida com a certificação das qualificações individuais dos formandos, e não com a certificação da qualidade das entidades formadoras.

Embora a DGERT seja crucial para a certificação das entidades formadoras em Portugal, ela não certifica a qualidade específica dos cursos oferecidos. A sua função é assegurar que as entidades possuem a infraestrutura e os recursos adequados para fornecer educação e formação. Já a certificação de cursos e a acreditação das qualificações dos formandos são processadas através da SIGO, que lida diretamente com os aspetos educacionais e formativos. Assim, a compreensão clara das funções de cada uma dessas entidades é essencial para quem busca navegar no sistema de formação profissional em Portugal.

Processo de Obtenção da Certificação em Formação Profissional

Para obter umas das nossas certificações profissionais deverá:

1. Inscrição numa das nossas formações

O primeiro passo para obter uma certificação passa pela inscrição numa das nossas formações. Este processo geralmente envolve o preenchimento de um formulário de inscrição, e o seu pagamento, após confirmação e validação da sua inscrição iremos abrir o seu processo an nossa escola.. Este é o momento ideal para o participante esclarecer dúvidas e entender completamente o conteúdo e requisitos da formação.

2. Inico da formação

Independentemente de optar pelo formato em turma ou individual, nossas aulas são cuidadosamente estruturadas para incluir tanto teoria quanto prática. Durante as sessões teóricas, o formando terá a oportunidade de observar nossos experientes formadores em ação, maquilhando e instruindo. Na componente prática, inicialmente o aluno executará a maquilhagem com o acompanhamento e interação direta do formador, permitindo uma aprendizagem dinâmica. Progressivamente, o formando será encorajado a aplicar as técnicas de forma independente, maquilhando conforme o tema abordado na aula.

Esta metodologia assegura uma aprendizagem dinâmica e profundamente enriquecedora, equipando o formando com destreza e confiança essenciais para sua futura carreira profissional. Após a aprendizagem de todos os módulos incluídos no seu nível de formação, o formando irá participar na nossa Avaliação Global, um teste prático que simula situações reais de trabalho, desenhado para aferir as competências adquiridas em um contexto profissional autêntico.

3. Conclusão Positiva da Formação

Para avançar para a certificação, é essencial que o participante conclua a formação com sucesso. Isto implica não apenas a frequência regular, mas também a participação ativa nas sessões e a realização satisfatória das avaliações previstas. A conclusão positiva é determinada pelo cumprimento dos objetivos pedagógicos definidos inicialmente, que são avaliados através de provas, trabalhos, ou outros métodos de avaliação conforme estabelecido pelo programa do curso.

4. Documentação e Encerramento do Processo

Após a conclusão da formação, é necessário submeter toda a documentação requerida para a emissão da certificação. Esta etapa pode incluir a entrega de relatórios finais, avaliações de curso, e qualquer outro documento que comprove a conclusão bem-sucedida da formação por parte do participante.

4. Emissão da Certificação

Uma vez que todas as documentações necessárias sejam revistas e aprovadas pela entidade formadora, e garantido que todos os critérios de avaliação foram satisfatoriamente atendidos, procede-se à emissão da certificação. Este documento valida as competências adquiridas pelo formando e, dependendo do curso e da entidade formadora, pode ser reconhecido nacional ou internacionalmente.

Considerações Finais: A Realidade da Certificação Profissional

Certificações profissionais são frequentemente vistas como um passaporte para melhores oportunidades de emprego, abrindo portas para entrevistas e interações com potenciais empregadores. Embora desempenhem um papel crucial em destacar um profissional no mercado competitivo, é importante reconhecer que elas não garantem sucesso automático.

O Papel das Certificações

Certificações validam competências e conhecimentos adquiridos, proporcionando credibilidade ao currículo de um candidato. Elas indicam aos empregadores que o profissional cumpriu certos padrões de qualidade e possui as habilidades necessárias para a posição. Esse endosso pode ser decisivo para garantir uma entrevista de emprego ou para iniciar uma conversa com um empregador.

A Realidade do Mercado de Trabalho

No entanto, a obtenção de uma certificação não é uma garantia de emprego. O verdadeiro teste começa quando as habilidades são colocadas em prática. A qualidade do trabalho entregue, a capacidade de adaptação às exigências do mercado e a interação eficaz com colegas e clientes são fatores que muitas vezes pesam tanto quanto, ou mais do que, a posse de certificados.

O Equilíbrio entre Qualificação e Desempenho

Portanto, enquanto as certificações abrem portas, são a dedicação, a ética de trabalho e a entrega contínua de resultados de qualidade que mantêm essas portas abertas e podem até abrir novas. Em um ambiente profissional cada vez mais baseado em competências, a capacidade de aprender continuamente e aplicar conhecimentos de maneira eficaz é o que realmente diferencia os profissionais.

FAQs

O que é uma certificação em maquilhagem profissional e por que é importante?

A certificação em maquilhagem profissional é uma validação oficial das habilidades e conhecimentos adquiridos em cursos específicos na área de maquilhagem. É importante porque confere credibilidade e reconhecimento profissional, distinguindo os maquilhadores no mercado competitivo e aumentando as chances de obter melhores oportunidades de emprego.

Que tipos de certificações em maquilhagem são reconhecidas em Portugal?

Em Portugal, as certificações podem ser categorizadas como certificados de curso livre e certificados profissionais de instituições privadas. Muitos cursos de maquilhagem profissional são considerados cursos livres, que certificam a conclusão bem-sucedida da formação, enquanto as academias e escolas de beleza especializadas oferecem certificações que são bem vistas no mercado de trabalho.

A certificação DGERT é necessária para trabalhar como maquilhador em Portugal?

Não, a certificação DGERT não é necessária para maquilhadores, pois a DGERT certifica entidades formadoras e não os cursos em si. Maquilhadores podem beneficiar de cursos certificados por instituições privadas reconhecidas ou que possuem uma boa reputação no mercado..

Como posso obter uma certificação em maquilhagem profissional?

Para obter uma certificação, é necessário inscrever-se em uma escola ou academia que ofereça formação específica em maquilhagem. Após completar o curso com sucesso, passando por avaliações práticas e teóricas, a escola emitirá uma certificação que valida as competências adquiridas.

Qual a diferença entre formação no QNQ e formação fora do QNQ?

A formação no Quadro Nacional de Qualificações (QNQ) está estruturada em níveis que vão do básico ao doutoramento, e é reconhecida oficialmente. Formações fora do QNQ, como muitos cursos de maquilhagem, podem não oferecer uma qualificação formal reconhecida pelo sistema educativo nacional, mas são altamente valorizadas no mercado de trabalho específico.

Uma certificação em maquilhagem garante emprego?

Embora uma certificação possa melhorar significativamente as chances de ser contratado e proporcionar credibilidade, não garante emprego. A capacidade de demonstrar habilidade prática, criatividade e um bom entendimento das tendências atuais é crucial para o sucesso na indústria da maquilhagem.

Posso usar uma certificação de maquilhagem obtida em Portugal em outros países?

Dependendo do reconhecimento internacional da instituição formadora, algumas certificações podem ser aceitas em outros países, especialmente se forem complementadas por certificações adicionais de marcas de cosméticos renomadas ou de instituições internacionais.

Conclusão

Investir em certificações é uma estratégia importante para qualquer profissional que deseja avançar na carreira, mas é apenas o primeiro passo. A manutenção de um compromisso com a excelência, o desenvolvimento contínuo de habilidades e a adaptação às mudanças são igualmente importantes para alcançar e sustentar o sucesso no emprego. Em última análise, enquanto a certificação pode facilitar o acesso a oportunidades, é o desempenho consistente e de alta qualidade que garante a progressão na carreira.

Tópicos do artigo

A nossa oferta educativa

Boas coisas
acontecem
aos que
esperam
Clicam

-50€

Usufrua de 50€ de desconto
na inscrição de um curso de maquilhagem profissional
nas próximas 72h.

Escreve em baixo o seu nome e email para podermos criar um código para si.

Tenho conhecimento que este código é acumulável com pronto pagamento e pagamentos por mensalidades, não é acumulável com outros códigos ou campanhas. O código é válido por 72h após a que receção, deverá aguardar o mesmo em um prazo máximo de 24h úteis.